A colecionadora de batalhas, Bia MC

“Em todos os duelos eu dou tudo de mim e me emociono de alguma forma”, disse

Segundo Bia MC, ela já levou para casa mais de 150 “folhas”, que são os troféus das batalhas, pela Grande Vitória (GV). E o seu Instagram pode provar isso.

Toda semana, a MC de Vila Velha (VV) fatura pelo menos uma batalha em algum dos principais municípios capixabas. “Em todos os duelos eu dou tudo de mim e me emociono de alguma forma”, disse.

Já se passaram cinco anos de caminhada desde que tudo começou – em 2016, na escola Francelina Setúbal. em VV.

“Eu era e fui por muito tempo a mina das rodinhas, em pouco tempo viram meu desenvolvimento e me indicaram para Batalha da Ponte”, compartilhou.

A ponte

Vários MCs foram formados nessa batalha, que não existe mais. Bia foi uma delas também. E ela lembra que o seu primeiro confronto lá foi com o experiente Dimas MC .

Sem sorte de principiante a derrota foi certa. ” Aquele dia caiu eu e o Dimas. O cara era um gênio levei uma surra de rotina (rs) mas aí o Noventa me disse depois ‘estuda mais, você é muito boa, procura referências que tu consegue'” – e conseguiu. Logo a primeira vitória veio e junto tantas outras. Só que essa ficou marcada.

Referência

Nos últimos sete dias ela já levou duas pra casa, Batalha da Navalha e Rap de Quinta. Também já foi campeã em duelos em Minas Gerais (MG) e participou de duas Eliminatórias da Seletiva do Espírito Santo (ES).

Bia é um destaque, assim como a MC Guerra (atual campeã do evento de Aniversário da Batalha da Aldeia (BDA), e muitos outros e outras que buscam seu espaço na história das batalhas capixabas de MCs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.